Experiência e Expertise:
É disso que sua empresa precisa na hora de se comunicar bem com o mercado.

  • Fornecimento de Conteúdo Editorial
  • Desenvolvimento de Projetos
  • Pesquisa de Mercado
  • Material Impresso
  • Campanhas Publicitárias
  • Criação de Identidade Visual

Anastácio pode receber investimentos da ALL com construção de armazéns

O prefeito de Anastácio, Douglas Figueiredo participou na última sexta-feira, da audiência pública convocada pelo deputado federal Vander Loubet (PT) junto com os representantes da ALL (América Latina Logística) para discutir investimentos da ALL nos municípios de Anastácio e Aquidauana.
O assessor de Relações Institucionais e Jurídicas da ALL – Emanoel Tavares Costa Jr e o engenheiro civil da empresa prestadora de serviços à ALL (Acciona), Francisco Campo Jr apresentaram na audiência pública para as autoridades e a comunidade presente os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA -, do contorno ferroviário de Aquidauana.
Haja vista, que 5,7 km de linha férrea ainda cortam a área urbana da cidade de Aquidauana e a ALL tem projeto de remover os trilhos de dentro da área urbana, construindo uma rota alternativa, dentre elas, a passagem pelo município de Anastácio, por fora do perímetro urbano.
“Há três alternativas encontradas pela engenharia da ALL, sendo uma de 16,5 km e custaria R$ 133 milhões passando por Aquidauana; outra de 19,4 km custando R$ 151 milhões, também por Aquidauana e uma terceira de 20,2 km de extensão com um custo de R$ 202 milhões, que passaria por Anastácio e cabe ao Governo Federal, respeitando as diretrizes do PNLT (Plano Nacional de Logística e Transporte), escolher a melhor alternativa”, pontuou o engenheiro Francisco.
Ainda de acordo com o engenheiro Francisco, “a ALL quer minimizar os conflitos urbanos das operações ferroviárias, analisar a demanda de transportes e infraestrutura ferroviária e, ainda, evidenciar a oportunidade de implantação de armazéns logísticos para o desenvolvimento econômico regional”.
O prefeito Douglas Figueiredo, por sua vez, apresentou a sugestão à ALL de que se a melhor rota alternativa continuar passando por Aquidauana, o município de Anastácio possa ser beneficiado com investimentos na construção dos armazéns logísticos, que seriam uma espécie de ‘Porto Seco’, para embarque e desembarque de carretas com produtos a serem transportados nos vagões.
Na oportunidade, o prefeito Douglas colocou o município de Anastácio à disposição da ALL, para que a empresa analise a viabilidade de implantar a fábrica de dormentes de concreto no município de Anastácio, podendo assim, gerar renda e empregos para as duas cidades. Haja vista, que a ALL fará a substituição de todos os dormentes de madeira, por de concretos, pois, pelo plano de investimentos da empresa, por essa região irão passar um trem a cada 60 minutos e os dormentes de madeira não mais suportarão esse grande tráfego.
Acerca da construção do ‘Porto Seco’, os assessores da ALL explicaram que no município de Anastácio, na região do Pequi, onde a linha férrea se encontra vindo de Aquidauana, há o plano de a ALL construir um porto para embarque e desembarque, sobretudo, viabilizando que as carretas parem de transitar pelo centro das cidades de Anastácio e Aquidauana, o que dará mais mobilidade e fluirá melhor o trânsito nas cidades.
(Redação | Prefeitura de Anastácio)
25/5/2014

 

Compartilhe...Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page