Experiência e Expertise:
É disso que sua empresa precisa na hora de se comunicar bem com o mercado.

  • Fornecimento de Conteúdo Editorial
  • Desenvolvimento de Projetos
  • Pesquisa de Mercado
  • Material Impresso
  • Campanhas Publicitárias
  • Criação de Identidade Visual

Bovespa para duas vezes, afunda 14,7% e leva o maior tombo em quase 22 anos

Bolsas têm negociações suspensas pela 2ª vez na semana após Donald Trump anunciar suspensão de viagens da Europa para os EUA por 30 dias

Bolsas têm negociações suspensas pela 2ª vez na semana após Donald Trump anunciar suspensão de viagens da Europa para os EUA por 30 dias

 

Os mercados viveram mais um dia de fortes turbulências nesta quinta-feira (12), após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciar, por causa da pandemia de coronavírus, a suspensão de viagens a partir da Europa por 30 dias. A piora no cenário derreteu as bolsas de valores de todos os países. O Ibovespa despencou 14,78% e registrou a maior queda em quase 22 anos. O dólar bateu novos recordes no Brasil, e os preços do petróleo recuaram.

Na Europa, as bolsas tiveram quedas históricas, com os principais indicadores fechando em baixa de mais de 10%. As ações de viagem e lazer despencaram ao menor nível desde 2013, com Air France KLM, Lufthansa e IAG perdendo mais de 10%.

Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em queda de quase 10%, encerrando o maior período de mercado em alta da história do país. O índice Dow Jones registrou a maior perda desde 1987.

Entre as commodities, o petróleo fechou em forte queda, influenciado também por uma inundação de oferta barata no mercado após a Arábia Saudita e os Emirados Árabes Unidos terem afirmado que elevarão a produção em meio a uma disputa com a Rússia.

Veja os principais destaques do dia:

Dólar: fechou em alta 1,41%, a R$ 4,7882 (na máxima, bateu R$ 5,0277)

Bovespa: fechou em queda de 14,78% (circuit breaker foi acionado duas vezes)

Ação da Petrobras (PETR3): fechou em queda queda de 19,55%

Ação com maior queda no Ibovespa: Gol, fechou em queda de 35,08%

Barril do petróleo Brent: fechou em queda de 7,2%, a US$ 33,22

Barril do petróleo WTI: fechou em queda de 4,5%, a US$ 31,50

Bolsa de NY (Dow Jones): fechou em queda de 9,99% (circuit breaker foi acionado na abertura)

Bolsa de Frankfurt: fechou em queda de 12,24%

Bolsa de Paris: fechou em queda de 12,28%

Bolsa de Londres: fechou em queda de 10,87%

Bolsa de Tóquio: fechou em queda de 4,41%

Bolsa de Xangai: fechou em queda de 1,52%

Fonte: G1

12/03/2020

Compartilhe...Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page