Para conhecer nossos projetos editoriais, clique na capa da publicação.


Ano XXIII
Dezembro 2018

Ano XXIII
Junho 2018

Ano XXI
Dezembro 2017
Edições Anteriores

Experiência e Expertise:
É disso que sua empresa precisa na hora de se comunicar bem com o mercado.

  • Fornecimento de Conteúdo Editorial
  • Desenvolvimento de Projetos
  • Pesquisa de Mercado
  • Material Impresso
  • Campanhas Publicitárias
  • Criação de Identidade Visual

Locomotiva especial para a Serra do Mar já dá resultados

Serra do mar locomotiva-rumo-960x540

As condições especiais das linhas férreas paranaenses levaram a GE a desenvolver um modelo de locomotiva customizada para a circulação no estado. Entre outras modificações, foram feitos ajustes nas “rodinhas” para a curvatura dos trilhos no traçado da Serra do Mar. O produto foi fabricado a pedido da Rumo, que adquiriu locomotivas para otimizar a operação.

A alteração já deu resultados: antes eram necessárias quatro locomotivas para percorrer o trecho sinuoso transportando 105 vagões e agora apenas duas dão conta de tracionar 120 vagões. A troca dos equipamentos também representou economia de três horas, em média, no tempo do trajeto. É que antes locomotivas mais potentes puxavam a carga até Curitiba e aí eram trocadas por outras, para enfrentar a Serra do Mar. Agora, as mesmas locomotivas que saem do Norte do Paraná, por exemplo, podem descer até Paranaguá. Os novos equipamentos começaram a ser usados no trecho serrano em março.

Segundo a Rumo, das 124 locomotivas da frota, 35% correspondem ao modelo ES43 BBi, com tração 38% superior em relação aos modelos anteriores. A empresa alega que a aquisição do maquinário customizado e as obras já realizadas no trecho da Serra do Mar, principalmente na curva São João, teriam aumentado a capacidade de circulação de 18 milhões para 30 milhões de toneladas – o que representaria mais da metade da movimentação atual do porto de Paranaguá.

Fonte: Gazeta do Povo

07/07/2019

Compartilhe...Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page