Para conhecer nossos projetos editoriais, clique na capa da publicação.


Ano XXIII
Junho 2018

Ano XXI
Dezembro 2017

Relatório
SIMEFRE 2017
Edições Anteriores

Experiência e Expertise:
É disso que sua empresa precisa na hora de se comunicar bem com o mercado.

  • Fornecimento de Conteúdo Editorial
  • Desenvolvimento de Projetos
  • Pesquisa de Mercado
  • Material Impresso
  • Campanhas Publicitárias
  • Criação de Identidade Visual

No acumulado do ano, venda de veículos importados cresce 29,4%

carros-importados-

As dezesseis marcas filiadas à Abeifa – Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, com licenciamento de 2.947 unidades, anotaram em outubro queda em suas vendas de 15,4% em relação a outubro último, quando foram vendidas 3.484 unidades importadas. Ante igual período de 2017, o resultado de novembro é 12,7% maior. Foram 2.947 unidades contra 2.614 veículos emplacados em novembro do ano passado.

No acumulado, as associadas à Abeifa anotaram 34.193 unidades importadas licenciadas, alta de 29,4% em relação às 26.427 unidades emplacadas de janeiro a novembro de 2017.

“Definidas as eleições, o dólar já deu sinais de baixa e de estabilidade. Mas, logo a moeda norte-americana voltou a subir. Além disso, em novembro tivemos três importantes feriados, o que reduziu o número de dias úteis. Esses dois fatores acabaram influenciando o desempenho do setor de veículos importados”, explica José Luiz Gandini, presidente da Abeifa.

Para Gandini, “em dezembro, esperamos recuperar o terreno perdido em novembro. mas dificilmente conseguiremos atingir a meta de 40 mil unidades licenciadas no ano. De qualquer forma, 2018 ficará marcado como o ano da recuperação do setor, depois de cinco anos de dificuldades por conta da sobretaxa do IPI. Devemos anotar um crescimento da ordem de 30% em relação a 2017”.

As cinco marcas que mais venderam, de janeiro a novembro de 2018, ante igual período de 2017, foram a Kia Motors ( 10.729 unidades / +39,6%), Volvo (6.070 / +94,6%), Jac Motors (3.666 / +15,2%), BMW (2.510/ +28,2%) e Suzuki (2.284 / +0,0%). No mês de novembro, comparado a outubro último, Kia Motors (867 / -9%), Volvo (638 / -28,8%), Land Rover (239 / +44%), Jac (234 / -28,2%%) e BMW (187 / -24,9%) formam o quadro das cinco marcas que mais licenciaram.

Participações

Em novembro último, o total de 2.947 unidades importadas da Abeifa significou 1,33% do mercado interno, que emplacou 221.317 automóveis e comerciais leves. Se considerado somente a importação total, as associadas à Abeifa responderam por 11,73% (do total de 25.134 unidades importadas).

Em outro cenário, de produtos nacionais fabricados por afiliadas à entidade mais o volume importado, as 16 empresas licenciaram 5.168 unidades licenciadas em novembro. Com esse total, a participação das associadas à Abeifa manteve-se em 2,34% do mercado interno de autos e comerciais leves (221.317 unidades).

Produção local

Entre as associadas à Abeifa, que também têm produção nacional, BMW, Chery, Land Rover e Suzuki fecharam o mês de novembro com 2.221 unidades emplacadas, total que representou queda de 13% em relação a outubro de 2018. Comparado a novembro do ano passado, a alta é de 45,3%, quando foram emplacadas 1.529 unidades nacionais.

No acumulado do ano, contra igual período de 2017, a BMW cresceu 9,7% ( 7.718 unidades em 2018 ante 7.034 unidades em 2017), a CAOA Chery aumentou sua produção em 124,1% (7.487 unidades em 2018 ante 3.341), a Land Rover obteve queda de 4,9% ( 3.999 x 4.203 unidades) e a Suzuki, alta de 11,1%, com 2.056 unidades este ano contra 1.850 unidades em 2017.

No mês de novembro, comparado a outubro último, as marcas que mais venderam, de produção nacional, foram a CAOA Chery (1.110 / -16,5%), BMW (694 / -14,5%), Land Rover (219 / -15,1%) e Suzuki (198 / +29,4%).

Fonte: Imprensa Abeifa

04/12/2018

Compartilhe...Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page