Experiência e Expertise:
É disso que sua empresa precisa na hora de se comunicar bem com o mercado.

  • Fornecimento de Conteúdo Editorial
  • Desenvolvimento de Projetos
  • Pesquisa de Mercado
  • Material Impresso
  • Campanhas Publicitárias
  • Criação de Identidade Visual

Primeiro trem da Linha 13-Jade será entregue na China no começo de junho

trem china

A frota da Linha 13-Jade da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que está sendo fabricada na China, terá seu primeiro trem entregue nas próximas semanas. Tudo indica que a entrega acontecerá oficialmente na primeira semana de junho de 2019.

Um ato do Gabinete do Secretário de Transportes Metropolitanos, publicado no Diário Oficial desta terça-feira, 7 de maio de 2019, comunica o afastamento de Michael Sotelo Cerqueira, Coordenador da Comissão de Monitoramento das Concessões e Permissões, para “empreender viagem à cidade de Qingdao – China, a fim de representar a referida Secretaria, na Cerimônia de entrega do primeiro trem, cujo objeto é o serviço de projeto, fabricação e comissionamento de 8 trens de 8 carros cada, totalizando 64 carros para a Linha 13-JADE da CPTM”.

O afastamento do servidor vai de 30 de maio a 7 de junho de 2019.

Em comunicado, a CPTM já anunciara no início deste ano que a frota da Linha 13, que está sendo fabricada na China, terá trens equipados com sinalização ATC e ATO. “A previsão é que as composições entrem em operação no segundo semestre”, afirma em nota a CPTM.

Os novos trens serão da série 2500, com oito unidades de 8 carros cada.

O Consórcio Teimoinsa-Sifang foi o vencedor da disputa em 2016 para a fabricação das composições.

O contrato para a compra dos novos trens foi assinado pelo então governador Geraldo Alckmin em 1º de setembro de 2017. Relembre: Alckmin assina contrato para oito trens com bagageiros para linha da CPTM até aeroporto

“Cada trem tem 8 carros, portanto são 64 carros novos para a linha que vai até o aeroporto internacional de Guarulhos”, afirmou Alckmin. “Será o primeiro aeroporto da América do Sul interligado ao sistema ferroviário. Os trens já começam a ser construídos e têm prazo de 23 meses para ficarem prontos”, completou.

As novas composições vão atender, exclusivamente, a Linha 13-Jade, que terá 12,2 quilômetros de extensão, ligando o aeroporto à estação Engenheiro Goulart, na capital paulista.

Chen Peijei, cônsul geral da China em São Paulo, participou da cerimônia, onde falou da importância da cooperação entre os países.

O consórcio Temoinsa-Sifang, da China, venceu a licitação internacional com a apresentação da melhor proposta, no valor de R$ 316, 720.807,00.

Com um orçamento limite de R$ 319.251.011,08, a proposta gerou uma economia de R$ 2.530.204,08 aos cofres públicos.

Os recursos para a compra das composições são de financiamento do Banco Europeu de Investimento (BEI), que colocou à disposição R$ 85 milhões para o Governo do Estado de S. Paulo.

À semelhança das frotas das demais linhas da CPTM, os trens terão oito carros cada, com 170 metros de comprimento total. O grande diferencial são os bagageiros.

Com design arrojado exteriormente, internamente os trens serão modernos e funcionais, com salão contínuo de passageiros (passagem livre entre os carros), como nos últimos trens já adquiridos pela CPTM. As composições terão também monitoramento com câmeras no interior e parte externa frontal.

Fonte: Diário do Transporte

08/05/2019

 

Compartilhe...Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page