Experiência e Expertise:
É disso que sua empresa precisa na hora de se comunicar bem com o mercado.

  • Fornecimento de Conteúdo Editorial
  • Desenvolvimento de Projetos
  • Pesquisa de Mercado
  • Material Impresso
  • Campanhas Publicitárias
  • Criação de Identidade Visual

Projeto EMBRAPII reúne empresas da indústria automotiva e da cadeia do alumínio

Iniciativa envolve consórcio de 14 empresas que buscam por solução inovadora para as demandas do setor

Iniciativa envolve consórcio de 14 empresas que buscam por solução inovadora para as demandas do setor

A EMBRAPII (Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial) e a ABAL (Associação Brasileira do Alumínio) lançarão nesta terça-feira (1º) o primeiro projeto oriundo da Aliança Estratégica firmada em fevereiro entre as instituições. Trata-se de uma solução inovadora na aplicação do alumínio em automóveis e veículos de carga e de passageiros. A iniciativa, que reúne 14 empresas produtoras e usuárias de alumínio, será desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa Tecnológica do Estado de São Paulo (IPT), uma das 42 Unidades EMBRAPII.

O projeto tem como objetivo desenvolver um sistema para estudo comparativo de juntas de alumínio em estrutura de veículos automotivos. “A proposta de reunir empresas para o desenvolvimento de projetos que atendam demandas comuns de mais de um setor é muito importante para o incentivo à inovação no país”, afirma o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães. “Este projeto tem um aspecto pré-competitivo importante, que é o trabalho em forma de consórcio. Assim como a disponibilidade de fomento via EMBRAPII que é fundamental para a sua realização. A indústria irá se beneficiar com um conhecimento tecnológico de ponta”, explica Jefferson de Oliveira Gomes, diretor-presidente do IPT.

A ideia em reunir empresas do segmento vem sendo trabalhada pela ABAL com as suas associadas desde o início do ano e evoluiu com a participação das empresas automotivas e de transporte e na definição do IPT como a unidade EMBRAPII executora ideal para o tipo de projeto. “As empresas da cadeia produtiva do alumínio entendem que, para se manterem competitivas, é preciso investir em inovação e tecnologia. É essa ideia que move o nosso acordo com a EMBRAPII e o IPT. Tenho certeza de que será um exemplo e um marco para a indústria nacional, além, é claro, de contribuir com soluções que são prioridade para o nosso segmento”, diz Milton Rego, presidente executivo da ABAL.

Empresas participantes do projeto:

Aethra, CBA-Companhia Brasileira de Alumínio, Esab, FCA-Fiat Chrysler Automóveis, Hydro Extrusion, Iochpe Maxion, Metalsa, Novelis, Prolind, Randon, ReciclaBR, Arconic, FSW Brasil e Lord. Mais detalhes do projeto serão divulgados no evento oficial.

Sobre a EMBRAPII

O modelo adotado pela EMBRAPII permite rapidez, flexibilidade e risco reduzido no apoio a projetos de PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação). Funciona assim: As empresas que possuem um projeto avaliado como inovador devem se associar a uma das 42 Unidades credenciadas que avaliam os projetos, analisam questões como viabilidade técnica e interesse do mercado. Caso aprovados, os gastos para seu desenvolvimento são divididos em três partes. A EMBRAPII fica responsável por um terço do investimento, a unidade disponibiliza mão de obra e equipamentos, e a empresa financia o restante.

Fonte: Imprensa Embrapii

30/09/2019

Compartilhe...Email this to someoneShare on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPrint this page